Primeiro ciclo do Inclusão de Ouro da ABCCCrioulo terá decisiva emocionante

 
Na vanguarda na inclusão de Pessoas com Deficiência (PCD) em provas equinas, a Raça Crioula consolida da melhor forma o seu primeiro ciclo da modalidade destinada a este público. Foram apenas quatro classificatórias que uniram 17 participantes do estado do Rio Grande do Sul em prol do amor pelo cavalo. A repercussão positiva do Inclusão de Ouro possibilitou, logo de início, seu reconhecimento como uma prova oficial da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).
 
Ao total, 12 ginetes estão habilitados para integrar a grande decisiva no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, no dia 28 de setembro. “O número de interessados vai além do que pude imaginar. Me surpreendi porque não sabia que tantas pessoas com deficiência andavam a cavalo”, confessou Josilene da Silva Martins, coordenadora da subcomissão da prova e competidora. Para ela, o ciclo foi um sucesso e trouxe estímulo para que outras Pessoas com Deficiência se interessem e participem das finais do próximo ano.
 
A prova
Os conjuntos entrarão em pista para executar Andadura (tranco, trote e galope) e Escaramuça Livre (movimentos livres). Antes da inscrição ser efetivada, Josilene busca conhecer a fundo os participantes, para certificar-se de suas condições e limites, a fim de garantir um percurso seguro a cada competidor. Durante as etapas, oito pessoas permanecem no entorno da pista para auxiliar quaisquer eventuais intervenções, sendo quatro a cavalo e quatro a pé. A presença de treinadores e psicólogos também é liberada.
 
Na decisiva, os competidores foram distribuídos entre Força A (ginetes que classificaram em primeiro ou segundo lugar) e Força B (demais competidores). Clique AQUI para conferir o ranking do primeiro ciclo da Inclusão de Ouro e AQUI para acessar o catálogo da final. 
 
 
PROGRAMAÇÃO:
 
28 de setembro – Sábado
18h00 – Inclusão de Ouro: Prova